DataLiner é divulgado com menor defasagem de tempo

Share this post

Posted by: Adm Datamar Comments: 0 0 Post Date: 18 de junho de 2019

A partir deste mês (junho de 2019), a Datamar está disponibilizando o sistema DataLiner com a atualização de um novo mês de dados (dados de maio de 2019) muito mais cedo do que anteriormente. Até agora, os clientes tinham que esperar 30 dias para saber os resultados do mês anterior, a partir deste mês o intervalo de tempo será inferior a 20 dias.

No Dashboard acima, é possível verificar que quase todos os dados já foram inseridos no sistema DataLiner, faltando apenas algumas informações da Hamburg Sud, que está atualizando a forma como envia seus manifestos para a Datamar. Uma vez feito, o conjunto completo de dados deve estar disponível no meio do mês, se não antes.

Embora uma fração dos dados de maio esteja faltando, a quantidade atual de dados já oferece aos clientes uma excelente visão geral do mercado, permitindo que eles tomem decisões mais rápidas e mais assertivas. Os dados finais de maio estarão totalmente disponíveis e serão relançados no primeiro dia útil de julho.

“Estamos comprometidos com a melhoria contínua para atender às crescentes necessidades de nossos clientes. Isso levou a Datamar a investir não apenas na qualidade e confiabilidade dos dados, mas também no prazo para o qual essas informações são disponibilizadas. A agilidade da informação permite que as estratégias sejam definidas mais rapidamente, colaborando com a produtividade da empresa como um todo”, afirma Andrew Lorimer, diretor da Datamar.

DataLiner Dashboards (Datamar)

Outra melhoria recente na entrega de dados da Datamar é a ampla gama de Dashboards disponíveis para os clientes, permitindo uma visualização mais fácil dos resultados dos dados e facilitando a tomada de decisões.

O DataLiner fornece dados de comércio marítimo em contêineres para toda a costa leste da América do Sul – composta por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Dados de carga geral e granel (bulk) também estão disponíveis para o Brasil. A informação é quase inteiramente baseada em manifestos de embarcações recebidas diretamente de companhias de navegação, suplementadas com fontes alternativas sempre que necessário. Isso permite o fornecimento de informações detalhadas relativas à embarcação, porto, armador, exportador e importador, bem como volumes embarcados.

Deixe uma resposta